Unfpa oferece livros em Inhambane, Moçambique

22 agosto 2014

A recolha dos livros entregues à Universidade Pedagógica e ao Município de Inhambane teve o apoio de outras agências das Nações Unidas e da Associação Coalizão da Juventude Moçambicana.

Ouri Pota, da Rádio ONU em Maputo.

O Fundo das Nações Unidas para a População, Unfpa, oferece livros à população de Inhambane, em Moçambique.

São 400 obras que abordam questões relacionadas com direitos humanos, saúde sexual e reprodutiva, igualdade de género, demografia, educação, cultura e artes.

A entrega das obras ao Município assim como à Universidade Pedagógica foi feita por Betinna Mass, representante do Fundo das Nações Unidas para a População, Unfpa.

No acto da entrega a representante do Unfpa disse que a leitura destes livros poderá ajudar na questão de alguns assuntos preocupantes à sociedade moçambicana.

“Estes livros serão úteis para os estudantes de inhambane e Maxixe, e também para o público em geral. Além de melhorar a compreensão sobre o trabalho das Nações Unidas em Moçambique, os livros ajudarão a aprofundar os conhecimentos sobre questões preocupantes como a importância do investimento na educação da rapariga ou promoção do acesso à informação e serviços de saúde sexual e reprodutiva”.

O representante da Universidade Pedagógica, Cremildo Muhache agradeceu o gesto.

“Estamos muito agradecidos, estes livros serão bem usados, aliás já faziam falta na nossa delegação, são estudos

image
Cremildo Muhache. Foto: Rádio ONU

recentes, vão ajudar-nos muito nas nossas pesquisas, aliás, as áreas aqui tratadas são de interesse na nossa universidade. Temos vindo a desenvolver estudos ligados a violência doméstica, género e outras temáticas de interesse da juventude e do povo moçambicano”.O presidente do Conselho Municipal da Cidade de Inhambane, Benedito Guimino, considerou louvável a iniciativa pela escolha dos temas abordados nos livros.

Manifesto meu profundo agradecimento porque são obras que trazem temas muito importantes, como por exemplo, a saúde sexual e reprodutiva. Nós sabemos que aqui estamos com muitos jovens, esta matéria de saúde sexual reprodutiva é uma matéria muito importante para os nossos muitos jovens, estas obras vão trazer muito mais valia para nossa juventude”.

Ainda na cidade de Inhambane, o Unfpa em parceria com a Unesco e a Associação Coalizão da Juventude Moçambicana formou 250 activistas em matéria de Saúde Sexual Reprodutiva para Adolescentes e Jovens.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud