ONU preocupada com alto nível de violência armada nos Estados Unidos
BR

15 agosto 2014

Comitê sobre Eliminação da Discriminação Racial avaliou situação no país; delegação americana falou sobre investigação da morte do jovem Michael Brown, no estado do Missouri; homens afro-americanos tem sete vezes mais chances de morrer assassinados que homens brancos.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Comitê sobre Eliminação da Discriminação Racial avaliou a situação dos Estados Unidos, durante encontro na tarde de quinta-feira, em Genebra, na Suíça.

A equipe, que integra o Conselho de Direitos Humanos, afirmou estar preocupada “com altos níveis de violência armada” no país e o impacto em minorias.

Homicídios

O Comitê recebeu informações de que 13% da população dos Estados Unidos é formada por afro-americanos, que formam 50% das vítimas de homicídios no país. E 82% desses crimes foram cometidos com armas de fogo.

Na reunião, foi destacado que homens afro-americanos têm sete vezes mais chances de morrer por homicídio do que homens brancos e o comitê questionou a delegação americana sobre o que está sendo feito para combater essa discriminação.

Jovens

Um representante dos Estados Unidos falou sobre o caso do jovem Michael Brown, de 18 anos, assassinado na cidade de Ferguson, no estado de Missouri. Foi afirmado que o Departamento de Justiça abriu uma investigação de direitos civis, além da investigação em andamento que é feita pelas autoridades locais.

A família de outro jovem assassinado, Trayvon Martin, acompanhou a reunião em Genebra. O garoto de 17 anos morreu em 2012 após ser baleado, na Flórida. A delegação americana ressaltou que o caso continua sendo investigado pelas autoridades federais.

Minorias

A sessão do Comitê sobre Discriminação Racial também avaliou progressos feitos pelos Estados Unidos na área. Foram discutidos ainda casos de discriminação contra os povos indígenas, migrantes, minorias étnicas, disparidades raciais na educação e discurso de ódio.

Os próximos países a serem avaliados pelo Comitê são Camarões, Iraque, Japão e Estônia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud