Zona do euro precisa de mais reformas para fortalecer recuperação, diz FMI
BR

15 julho 2014

Novo relatório do fundo diz que é necessário tratar de obstáculos para garantir reestabelecimento forte e duradouro; produção e investimentos ainda estão em níveis abaixo do período pré-crise.

Laura Gelbert, da Rádio ONU em Nova York.*

De acordo com um novo relatório do Fundo Monetário Internacional, FMI, a economia na zona do euro está se recuperando. No entanto, são necessárias reformas para garantir um fortalecimento duradouro.

Segundo o documento, a recuperação está sendo mais fraca do que o esperado e nem todos os países estão crescendo.

Obstáculos

O FMI diz que produção e investimentos ainda estão em níveis abaixo do período pré-crise. Outros obstáculos para o resurgimento da demanda interna são alta taxa de desemprego, dívida elevada e taxas de juros mais altas em economias sob stress.

Ainda segundo o relatório, isto deixa a região muito dependente da demanda estrangeira e exposta a riscos externos, sejam eles fissuras geopolíticas ou desaceleração do crescimento de parceiros comerciais. A perspectiva de crescimento, segundo o relatório, é modesta.

Para combater estes riscos, o FMI pede esforços políticos para fortalecer a recuperação e elevar a inflação.

*Apresentação: Leda Letra.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud