Staffan de Mistura é o novo enviado da ONU para a Síria

10 julho 2014

Diplomata de 67 anos já foi representante do secretário-geral no Iraque e no Afeganistão; Ban Ki-moon revelou que consultas sobre o titular do cargo envolveram autoridades sírias.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O secretário-geral das Nações Unidas anunciou, esta quinta-feira, que o diplomata Staffan de Mistura será o seu enviado especial para a Síria.

Falando a jornalistas, em Nova Iorque, Ban Ki-moon contou que para tomar a decisão fez consultas amplas, que incluíram as autoridades da Síria. O recém-nomeado, de 67 anos, já assumiu o cargo de representante especial do secretário-geral no Iraque e no Afeganistão.

Violência

O chefe da ONU disse contar com os bons ofícios do novo enviado para o fim de toda a violência e das violações direitos humanos, além de promover uma solução pacífica para a crise síria.

Ban agradeceu a Lahkdar  Brahimi, que foi o enviado especial da ONU e da Liga Árabe para a Síria. Ele assumiu o cargo de agosto de 2002 a maio deste ano, em substituição do antigo secretário-geral da ONU, Kofi Annan, que também pediu demissão.

Liga Árabe

Segundo o secretário-geral, a colaboração entre a Liga Árabe e a ONU continua essencial.

A propósito, disse que De Mistura será apoiado pelo vice-enviado especial para a Síria, Ramzy Ezzeldine Ramzy. Ele foi nomeado após uma recomendação da Liga Árabe.

Ban disse que na responsabilidade, De Mistura vai precisar de habilidosos esforços diplomáticos e deverá levar a cabo as funções orientado pelas resoluções e a agenda de proteção das Nações Unidas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud