ONU elogia doação de US$ 10 milhões do Kuwait para o Iraque
BR

9 julho 2014

Boa parte do montante será destinada a agências humanitárias das Nações Unidas e à Organização Internacional para Migrações; violência no Iraque já desalojou 1,5 milhão de pessoas, que precisam de água, comida e abrigo.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários, Ocha, agradeceu a “generosa contribuição” de US$ 10 milhões feitas pelo Kuwait para a resposta à crise no Iraque. A quantia equivale a R$ 22 milhões.

Deste total, US$ 9,5 vão para agências humanitárias da ONU e para a Organização Internacional para Migrações, OIM, que trabalham na ajuda aos civis iraquianos afetados pela violência.

Abrigo

Os outros US$ 500 mil são para a Sociedade do Crescente Vermelho do Kuwait e para a Organização Internacional Caridade Islâmica.

Ao agradecer a doação do Kuwait, a chefe do Ocha, Valerie Amos, afirmou que o valor irá contribuir para a entrega de assistência às famílias desalojadas e comunidades que estão abrigando esses civis.

Com os conflitos violentos no Iraque, cerca de 1,5 milhão de pessoas deixaram suas casas e precisam urgente de água, comida, abrigo, serviços de saúde, saneamento e proteção, segundo o Ocha.

Visita

A vice-representante do secretário-geral no Iraque visitou esta quarta-feira a província de Dohuk e também Garmawa, local que serve de trânsito para os deslocados internos.

Segundo Jacqueline Badcock, somente nas últimas duas semanas, 200 mil civis chegaram a Dohuk. Ela lamentou que a piora da segurança no norte e no centro do país esteja causando deslocamento em massa da população. 

A vice-representante de Ban Ki-moon garantiu que com a liberação de novos financiamentos, as famílias estão recebendo água, comida e tendas e funcionários extras estão sendo mobilizados para as operações de emergência.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud