Chegamos ao limite do uso dos recursos florestais, alerta especialista

9 julho 2014

Perito da FAO pede aos políticos que definam ações para permitir a existência e crescimento das florestas; em 2015, Convenção sobre Mudanças Climáticas deve rever Acordo Internacional sobre Florestas.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O especialista sobre Florestas da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, Eduardo Mansur, alertou que o mundo chegou ao limite do uso de recursos florestais ao passar um recado aos governos.

“Com a legislação, as políticas, as instituições e os mecanismos de incentivo e de repressão legal ao combate das ações ilegais das florestas cabe aos políticos definirem quais as ações que serão tomadas para permitir que as florestas existam e aumentem”, disse.

Acordo Internacional

Segundo a FAO, em 2015, a Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, Unfccc, deverá rever o Acordo Internacional sobre Florestas.

Mansur falou do papel das autoridades nacionais para a sustentabilidade das florestas.

“Nós estamos num planeta onde a cobertura florestal é mais ou menos um terço da superfície terrestre. Acho que chegamos ao limite, não podemos passar para menos do que isso. Então, os países têm que ver como fazer para poder manejar suas florestas para que haja manutenção e até crescimento da área florestal e que a sociedade possa se beneficiar desse recurso natural”, frisou.

De acordo com o especialista, as medidas a serem tomadas devem permitir que os recursos florestais dos países ofereçam bens e serviços para um desenvolvimento sustentável.

Na recente Conferência sobre Florestas, de junho, a FAO discutiu a inclusão de metas sobre o setor na agenda global pós-2015.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud