Unctad: investimento estrangeiro direto aumentou 9% em 2013
BR

24 junho 2014

Relatório da agência da ONU mostrou que total chegou a US$ 1,4 trilhão; Brasil recebeu US$ 64 bilhões em IED no ano passado, queda de 2% em relação a 2012.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Relatório sobre Investimento Mundial 2014 da agência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento, Unctad, mostrou que o investimento estrangeiro direto, IED, aumentou 9% em 2013.

Segundo o documento, no ano passado, os IEDs no mundo inteiro alcançaram US$ 1,4 trilhão, o equivalente a R$ 3,3 trilhões.

Brasil

O Unctad informou que o Brasil registrou uma queda de quase 2% no fluxo de investimentos estrangeiros diretos, caindo de US$ 65,3 bilhões em 2012 para US$ 64 bilhões no ano passado.

Com isso, passou da quarta para a quinta posição no ranking dos países que mais receberam investimentos, ficando atrás dos Estados Unidos, da China, da Rússia e de Hong Kong.

O Brasil pode perder mais posições já que está sendo seguido de perto por Cingapura e Canadá.

México

Na América Latina e no Caribe, o México se destacou com um aumento de 111% no fluxo de investimento recebido. Apesar de ocupar a 10ª colocação na lista, o país latino viu o volume de dinheiro passar de US$ 18 bilhões em 2012 para US$ 38 bilhões no ano passado.

O relatório da agência da ONU mostrou também que a participação das nações em desenvolvimento no fluxo global de IEDs recuou um pouco em 2013. No sentido contrário, os países desenvolvidos registraram um pequeno aumento.

Brics

No caso dos Brics, grupo de países emergentes formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, a participação também avançou de 19,6%  para 20,3%, graças ao desempenho da Rússia.

O Investimento Direto Estrangeiro é todo o recurso aplicado na produção de um país.

Na África, Moçambique lidera os IEDs com mais de US$ 3 bilhões no ano passado, junto com África do Sul, Nigéria e Egito.

Ainda na lista dos que mais receberam o investimento estão Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe.