Ban espera que Copa do Mundo ocorra em uma atmosfera pacífica
BR

10 junho 2014

Afirmação é do porta-voz do secretário-geral ao ser questionado por jornalistas sobre a posição da ONU em relação aos protestos no Rio e a greve em São Paulo; para Ban Ki-moon, evento é oportunidade de promoção da tolerância.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Para o secretário-geral da ONU, a Copa do Mundo de Futebol é uma oportunidade para unir pessoas, além de ser uma força para “a paz e a tolerância”.

A afirmação foi feita nesta terça-feira, em Nova York, pelo porta-voz de Ban Ki-moon. Stephane Dujarric fez a declaração após uma jornalista questionar a posição da ONU sobre os protestos ocorridos no Rio de Janeiro e a greve do metrô em São Paulo.

Democracia

O porta-voz afirmou que as Nações Unidas estão acompanhando os últimos eventos no Brasil e esperam que a Copa do Mundo “ocorra numa atmosfera de entendimento mútuo e de paz”.

Antes, na segunda-feira, o conselheiro especial de Ban Ki-moon sobre Esporte para o Desenvolvimento e Paz falou à Rádio ONU sobre os protestos de rua antes da Copa.

Início

Wilfried Lemke contou que está um “pouco preocupado” com o que poderá acontecer com as manifestações. Ele lembrou que os protestos têm sido fortes durante os últimos dois anos.

Ao mesmo tempo, Lemke disse conhecer muitas pessoas ao redor do mundo que estão ansiosas para o início da Copa do Mundo esta quinta-feira. Ele disse que acredita que o Brasil pode demonstrar paixão e um belo futebol no gramado, como tem sido a marca do país nas últimas copas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud