Unodc quer conscientizar consumidores sobre produtos falsificados
BR

5 junho 2014

Segundo agência da ONU, mercado movimenta US$ 250 bilhões por ano; lançada cartilha online no Dia Mundial Anti-Contrafação.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.* 

Neste 5 de junho é comemorado o Dia Mundial Anti-Contrafação e o Escritório da ONU sobre Drogas e Crime, Unodc, está lançando uma campanha de conscientização dos consumidores.

A contrafação é o termo legal para reprodução não autorizada, um negócio que movimenta US$ 250 bilhões por ano segundo a agência da ONU.

Lavagem de Dinheiro

Os rendimentos podem ser bem maiores se forem incluídos produtos digitais pirateados e vendas domésticas de itens falsificados. O Unodc explica que a contrafação sustenta outros crimes, como corrupção e lavagem de dinheiro.

O Unodc lançou uma cartilha online para sensibilizar os consumidores sobre o assunto. O documento explica que os medicamentos fraudulentos são uma das formas mais nocivas de atividades ilícitas, além de ser uma ameça à saúde.

Compras

Dados da Organização Mundial da Saúde afirmam que 1% dos medicamentos do mundo podem ser ilegais. Mas em áreas da Ásia, África e América Latina, o índice pode chegar a 30%.

A campanha do Unodc “Falsificação: Não Compre do Crime Organizado” busca incentivar os consumidores a mudar suas escolhas e comportamento e não comprar produtos pirateados.

*Apresentação: Leda Letra.