Entrevista: Vinícius Pinheiro

27 maio 2014

O Relatório anual da Organização Internacional do Trabalho, OIT, mostrou que o desemprego global atingiu 199,8 milhões de pessoas em 2013. A agência da ONU acredita que mais 3,2 milhões devem perder o emprego este ano.

A OIT diz que se nada for feito para mudar essa situação, até 2019 o número de desempregados deve chegar a 213 milhões. Os especialistas informaram que o índice de pessoas sem trabalho no mundo é de 6% e esse nível deve permanecer inalterado pelos próximos três anos.

O vice-diretor da Organização Internacional do Trabalho na ONU, Vinícius Pinheiro falou à Rádio ONU sobre o levantamento.

Ele disse que a mensagem do relatório é clara: “não é possível pensar em desenvolvimento sem geração de empregos”.

Pinheiro citou o desafio de se criar 230 milhões de empregos nos próximos cinco anos e 460 milhões nos próximos 10. Para o representante da OIT, esta deve ser a base da discussão da Agenda de Desenvolvimento da ONU.

Ele falou também sobre o desempenho do Brasil citado no relatório.

Apesar dos avanços, Vinícius Pinheiro indica alguns desafios, como as baixas taxas de investimento em relação ao Produto Interno Bruto, PIB a baixa qualidade da força de trabalho e o nível inadequado de investimento em infraestrutura.

Segundo o vice-diretor da OIT, “tudo isso gera limitações ao modelo de crescimento que foi baseado no momento de consumo e também de endividamento.

Ouça a entrevista com Edgard Júnior.

Duração: 11'07"