Redes de banda larga fornecem soluções “amigas do ambiente”
BR

17 maio 2014

Afirmação foi feita pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, durante o Dia Mundial das Telecomunicações, neste sábado; agência da ONU para o setor prevê 10 bilhões de inscrições de banda larga até 2020.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

No Dia Mundial das Telecomunicações, neste sábado, 17 de maio, o secretário-geral da ONU destaca a importância de acabar com a exclusão digital e aproveitar o poder da tecnologia para criar um futuro sustentável e melhor para todos.

Para Ban Ki-moon, a conexão em banda larga é uma ferramenta transformadora para atingir três pilares do desenvolvimento sustentável: crescimento econômico, inclusão social e equilíbrio ambiental.

Transportes e Medicina

O chefe da ONU cita que as redes de banda larga fornecem soluções “amigas do ambiente” para indústrias,  sistemas de transportes, geração de energia, tratamento médico a longa distância.

No Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação, a agência da ONU especializada no setor também chama a atenção para a relação entre banda larga e o desenvolvimento sustentável.

Fibra Ótica

Segundo a União Internacional das Telecomunicações este é o tema escolhido para as celebrações deste ano. Para a UIT, o desenvolvimento digital é chave para acelerar o desenvolvimento sustentável.

A agência ressalta a importância de tornar universal o acesso a redes de banda larga de alta velocidade. A UIT calcula que as assinaturas de banda larga móvel vão chegar a 10 bilhões até o final da década.

Mais de 90% do tráfego internacional de dados é transmitido por cabos de fibra ótica. A UIT considera que padrões internacionais sobre telefonia móvel, fibra ótica e provedores de internet são essenciais para a meta de acesso universal.