Ban pede tratamento igual para todas as famílias, independente da estrutura
BR

15 maio 2014

Em dia internacional, secretário-geral da ONU destaca que famílias fortes podem ajudar a reduzir a pobreza; Ban Ki-moon fala em cidadãos produtivos, comprometidos com o bem comum.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

As Nações Unidas comemoram neste 15 de maio o Dia Internacional das Famílias, data que completa 20 anos. A celebração promove o conhecimento dos processos sociais, econômicos e demográficos que afetam as famílias do mundo.

O secretário-geral divulgou uma mensagem para o dia, reconhecendo “as contribuições significativas das famílias” em prol da missão da ONU. Ban Ki-moon explicou que ao fornecer sustento econômico e social aos seus integrantes, as famílias criam cidadãos produtivos, comprometidos com o bem comum.

Direitos Humanos

Ban afirma que famílias fortes, independente de como são formadas, podem ajudar a reduzir a pobreza, melhorar o bem-estar de mães, promover a igualdade de gênero e apoiar os direitos humanos.

O chefe da ONU defende ser preciso considerar as necessidades das famílias nas políticas de desenvolvimento, na resolução de conflitos e promover o tratamento igual para todas as famílias, qualquer seja sua estrutura.

O futuro sustentável, o alcance das Metas de Desenvolvimento do Milênio e o combate à mudança climática também são mencionados por Ban Ki-moon como desafios que pedem a mobilização das famílias do mundo.

O secretário-geral pede a todos que lutem pelo fortalecimento “dessas pequenas, porém críticas unidades encontradas em todas as sociedades”, como uma maneira de avançar rumo ao progresso.