Enviado da ONU preocupado com violência contínua no Iraque
BR

12 maio 2014

Nickolay Mladenov afirmou que população de Fallujah, na província de Anbar, tem sofrido há muito tempo com o terrorismo; ela disse que é vital que essas pessoas recebam ajuda humanitária.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O enviado especial do secretário-geral da ONU para o Iraque, Nickolay Mladenov, afirmou que está preocupado com os relatos sobre o aumento de atividades armadas em Fallujah.

Além disso, Mladenov alertou sobre o impacto desses movimentos na população civil.

Anbar

Segundo o enviado especial, a população da província de Anbar, onde está localizada Fallujah, vem sofrendo há muito tempo com o terrorismo e violência.

Ele declarou que todos os esforços devem ser feitos neste momento para acabar com as lutas e garantir a volta da população às suas casas para que a reconstrução da região possa começar.

Mladenov, que também é o chefe da Missão de Assistência da ONU no Iraque, Unami, disse ser vital que todos afetados pelos confrontos tenham condições de receber ajuda humanitária.

Deslocados

Os conflitos armados recentes em Anbar entre tropas iraquianas e integrantes de grupos filiados a Al-Qaeda causaram o deslocamento de centenas de milhares de pessoas. Muitas estão vivendo em escolas, mesquitas e outros prédios públicos.

Desde o início da violência, a ONU já entregou mais de 15 mil kits de emergência, que incluem alimentos, cobertores e barracas para os mais necessitados. Foram entregues também 38 mil kits contendo água e produtos de higiene.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud