Continua a subir o total de deslocados na República Centro-Africana6

21 abril 2014

Segundo Escritório de Assistência Humanitária, mais de 644 mil pessoas tiveram de deixar suas casas; roubos e incêndios em vilarejos pioram a insegurança no país.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Escritório da ONU de Assistência Humanitária, Ocha, afirma que o total de deslocados internos na República Centro-Africana continua a subir.

Já são mais de 644 mil pessoas que tiveram de sair de suas casas devido ao conflito, sendo que somente na capital Bangui, são 200 mil deslocados.

Novas Fugas

As organizações humanitárias identificaram outros dois acampamentos que estão a abrigar cerca de 10 mil pessoas na capital centro-africana.

O Ocha destaca que recentemente, mais pessoas de várias províncias do país e no bairro PK5, em Bangui, fugiram após suas casas e vilarejos terem sido roubadas e incendiadas por grupos armados.

Apesar da insegurança, as agências humanitárias estão a conseguir fornecer assistência aos civis. Desde o começo do mês, o Programa Mundial de Alimentos distribuiu comida a mais de 70 mil pessoas.

*Apresentação: Denise Costa.