Missão da ONU condena ataque que matou 15 pessoas no Afeganistão BR

Missão da ONU condena ataque que matou 15 pessoas no Afeganistão

Explosivo foi deixado numa estrada de Kandahar; veículo alvejado transportava 20 civis; em nota separada, Nações Unidas também pediram respeito ao resultado das eleições de sábado.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

A Missão das Nações Unidas no Afeganistão, Unama, condenou um ataque que matou 15 pessoas em Kandahar, no sul do país. O explosivo foi colocado na estrada, na segunda-feira, e atingiu um veículo que transportava 20 pessoas.

O atentado deixou cinco feridos. Segundo a Unama, é preocupante que ataques como esses estejam aumentando principalmente em áreas de grande circulação de civis. O chefe da Missão, Jan Kubis, pediu ação imediata contra a violência.

Resultado

Segundo a ONU, no primeiro trimestre deste ano, 187 pessoas morreram e outras 357 ficaram feridas. Com isso, houve um aumento de 93% nos casos de mortes se comparados ao mesmo período do ano passado.

O uso deste tipo de explosivo, segundo Kubis, é considerado crime de guerra.

Em nota separada, a Unama também pediu respeito ao resultado das eleições no Afeganistão. Segundo a Missão, resultados prematuros com base em cálculos extraoficiais podem levar à confusão.

A Comissão Eleitoral Independente do país informou que os resultados preliminares devem ser divulgados em 24 de abril. A Unama lembrou que a apuração ainda está sendo feita e que o processo está em andamento.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.