Unmiss: relações com governo sul-sudanês ainda não se normalizaram

3 abril 2014

Chefe da missão de paz reafirmou que continuará imparcial no conflito militar; confirmada libertação de armas e munições da Unmiss apreendidas pelas autoridades de Juba.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Apesar de melhorias significativas, as relações entre o governo do Sudão do Sul e as Nações Unidas ainda devem ser normalizadas, disse a representante do secretário-geral no país.

Em conferência de imprensa realizada esta quinta-feira, em Juba, Hilde Johnson explicou que a Missão da ONU no Sudão do Sul, Unmiss, não toma partido no conflito.

Imparcial

Conforme esclareceu, a operação de paz coopera plenamente com o governo democraticamente eleito no mais novo país africano à luz do seu mandato “manteve-se e continuará imparcial no atual conflito militar”.

Johnson disse que as relações entre Unmiss e o Governo passaram pelo seu mais difícil teste desde o início da operação de paz. Mas considerou haver indicações de um desejo de se corrigir o rumo.

Armas

Nesta quarta-feira, o governo sul-sudanês libertou uma carga de armas e munições para a Unmiss, após alegações que levaram à sua apreensão na área de Rumbek.

Johnson contou que uma equipa de investigação de alto nível da organização, baseada em Nova Iorque, “confirmou que não havia minas ou mísseis antiaéreos no escritório”.

O grupo também verificou que as “armas pertenciam ao Batalhão de Gana, e que não havia nenhuma evidência ou indício de qualquer intenção de apoio por parte de indivíduos do Unmiss às forças da oposição”.

Deslocados

As informações da enviada apontam para mais de 35 incidentes que afetaram o pessoal e as operações da missão num curto período de tempo, com vários que considerou muito graves.

No auge do conflito que opôs as forças do governo e da oposição, 85 mil pessoas foram abrigadas nas instalações das Nações Unidas no país. Os confrontos tiveram início em meados de dezembro passado.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud