Após sumiço de avião, Malásia pede à ONU normas sobre dados de voo
BR

1 abril 2014

Ministro das Comunicações do país fez solicitação à agência UIT, nesta terça-feira, em Dubai; medida ocorre após desaparecimento do avião da Malásia Airlines no último dia 8.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Malásia pediu às Nações Unidas que estudem normas para futuros aparelhos registradores de voo. A solicitação foi feita à União Internacional de Telecomunicações durante uma reunião em Dubai, nesta terça-feira.

O pedido partiu do ministro das Comunicações malaio após o desaparecimento do voo MH370 da Malásia Airlines, no último dia 8 de março.

Caixa Preta

Segundo o ministro, a agência da ONU deve elaborar normas de vanguarda para a transmissão de dados dos voos em tempo real. Com isso, as informações poderão ser transmitidas da caixa preta para as torres de comando.

O voo 370 da Malásia Airlines desapareceu do radar com 239 pessoas a bordo. O avião fazia o trajeto Kuala Lampur, capital da Malásia, para Pequim, na China.

Vários países estão participando da busca do aparelho na região sul do Oceano Índico.

Segundo agências de notícias, nesta terça-feira, o oficial da Austrália encarregado de chefiar as buscas, marechal Angus Houston, disse que a operação é um das mais complexas jamais vistas.

O Governo da Austrália informou que 10 aviões militares e nove navios estão escalados para a operação desta terça-feira.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud