Ucrânia pode receber pacote de assistência financeira do FMI

27 março 2014

Até 2016, órgão deve conceder entre US$ 14 e US$ 18 mil milhões; FMI revela que medida pode desbloquear empréstimos da União Europeia e dos Estados Unidos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Ucrânia poderá receber assistência financeira que ronda os US$ 14 e os US$ 18 mil milhões durante os próximos dois anos, anunciou o Fundo Monetário Internacional, FMI.

Em nota, o órgão revela que um acordo nesse sentido ainda tem que ser aprovado pelo seu Conselho de Administração.

UE e Estados Unidos

Prevê-se que a medida possa desbloquear mais US$ 27 mil milhões em empréstimos para a Ucrânia, por parte da União Europeia e dos Estados Unidos. O anúncio veio a seguir a visita de funcionários do FMI ao país, que durou três semanas.

O órgão destaca que os desequilíbrios macroeconómicos da Ucrânia tornaram-se insustentáveis durante o ano passado.

De acordo com o FMI, depois da intensa turbulência económica e política dos últimos meses, o país conseguiu alguma estabilidade, mas enfrenta desafios difíceis.

Gás

Uma parte fundamental do Programa de Reforma da Ucrânia deve ter foco na empresa estatal de energia, Naftogaz.

De acordo com agências noticiosas, as autoridades de Moscovo teriam alertado que os descontos dados à companhia, que importava gás da russa Gazprom, iriam terminar no próximo ano.

Crescimento

Com a reforma, prevê-se restaurar a estabilidade macroeconómica e colocar o país no “caminho da boa governação e do crescimento económico sustentável, protegendo os mais vulneráveis na sociedade”.

O programa deve abranger áreas como política monetária e cambial, finanças, políticas fiscais, energia, governação, transparência e ambiente de negócios.

Até 2016, a intenção do FMI é ajudar a eliminar os desequilíbrios externos, melhorar a competitividade, as exportações de apoio e crescimento, e facilitar a reconstrução gradual de reservas internacionais.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud