Entrevista: Escravidão Moderna no Haiti

25 março 2014

25 de março é o Dia Internacional em Memória às Vítimas da Escravatura e do Tráfico Transatlântico de Escravos. Neste ano, a data tem o seguinte tema: “Vitória sobre a Escravidão – do Haiti para o Mundo”.

A meta das Nações Unidas é homenagear a luta contra a escravidão e o Haiti foi o primeiro país a conquistar a independência como resultado da batalha liderada por escravos. A República do Haiti foi estabelecida em 1 de janeiro de 1804.

Mais de 200 anos depois, o país enfrenta formas modernas de escravidão. Nesta entrevista, a coordenadora de comunicação do Unicef no Haiti fala sobre os “restavec”, crianças obrigadas a trabalhar como empregadas domésticas em casas de famílias com melhores condições financeiras.

Segundo Mariana Palavra, muitos desses menores sofrem também violência e abuso sexual. Calcula-se que mais de 200 mil crianças haitianas estão nessa condição, mas o Unicef irá conduzir este ano um novo estudo sobre o tema.

Mariana Palavra foi entrevistada por Leda Letra.

Tempo: 8’18’’

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud