Com Kerry, diretor da Opaq discute retirada de armas químicas da Síria
BR

24 março 2014

Secretário de Estado americano participa em Haia da Conferência sobre Segurança Nuclear; John Kerry e Ahmet Üzümcü lembraram que mais de 50% do arsenal químico sírio já foi removido do país.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O diretor da Organização para a Proibição de Armas Químicas, Opaq, encontrou-se com vários líderes internacionais esta segunda-feira, no primeiro dia da Conferência sobre Segurança Nuclear.

A reunião de alto nível ocorre em Haia, na Holanda. Com o secretário de Estado americano, Ahmet Üzümcü discutiu a retirada das armas químicas da Síria.

Apoio

Üzümcü agradeceu John Kerry pelo apoio “inestimável” dos Estados Unidos à Missão Conjunta ONU-Opaq, que lidera o processo de destruição do arsenal químico sírio.

O diretor da Opaq lembrou que o governo americano forneceu o navio Cape Ray, com sistema de hidrólise que neutraliza uma grande parte dos químicos no mar.

John Kerry lembrou que mais de 50% das armas químicas já foram retiradas da Síria, o que segundo ele é significante, mas o “real significado será alcançado quando todas as armas estiverem fora do país”.

Japão e Austrália

O secretário de Estado americano ressaltou a admiração pelo trabalho da Opaq na Síria.

O diretor da Opaq também teve uma reunião com o primeiro ministro do Japão, Shinzo Abe. Üzümcü elogiou o governo japonês pelos progressos na destruição de armas químicas abandonadas pelo país em território chinês.

Ele agradeceu ainda a doação de 13,2 milhões de euros feita pelo Japão ao Fundo da Opaq para a Síria, que foi a maior contribuição financeira feita até agora para os trabalhos de destruição do arsenal químico sírio.

A situação na Síria também ganhou espaço no encontro de Ahmet Üzümcü com a ministra das Relações Exteriores da Austrália, Julie Bishop. O diretor da Opaq reconheceu o apoio australiano na missão.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud