Novos domínios da internet devem levar a ajustes em marcas, diz Ompi

18 março 2014

Agência regista maiores reclamações de endereços na internet em setores como retalho, moda, banca e finanças.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O anúncio de implantação de 1,4 mil novos domínios de topo genérico, com a sigla gTLDs, vai levar os proprietários de marcas a fazer ajustes nas suas prioridades em termos de escolhas, registo e proteção.

A informação é da Organização Mundial para a Propriedade Intelectual, Ompi, que alertou para uma potencial perturbação de estratégias para proteger marcas na internet.

Nomes de Domínio

A considerada expansão sem precedentes do espaço de endereços da rede global, ocorre num momento em que são mais comuns as páginas com a extensão “.com.”

Para o diretor-geral da Ompi, os donos de marcas registadas passam por incertezas significativas com a ampliação do Sistema de Nomes de Domínio, com a sigla DNS. Tal ocorre num momento marcado pela redução de orçamentos para a sua proteção.

Somente em 2013, 2,585 casos foram registados pela Ompi no âmbito da política de resolução uniforme de disputas devido a nomes de domínios. Os setores com mais queixas são os de retalho, da moda e da banca e finanças.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud