Países latino-americanos preparam-se para conferências ambientais
BR

17 março 2014

Fórum ministerial aprova série de medidas para avançar desenvolvimento sustentável na região; Peru e Equador recebem apoio como anfitriões de conferências da ONU.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Um diálogo de alto nível de ministros do meio ambiente da América Latina e do Caribe divulgou um acordo para melhorar a cooperação regional para a agenda do desenvolvimento sustentável.

Os ministros discutiram também mudança climática, biodiversidade, manejo do lixo e áreas de ações críticas para os Estados-ilhas.

No encontro, em Los Cabos, no México, as autoridades da região ressaltaram ainda a necessidade de maior coordenação com o Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, e os escritórios subregionais da entidade.

Importância

Em dezembro, o Peru irá abrigar o encontro da 20ª. sessão da Conferência dos Estados Partes, COP 20, da Convenção da ONU sobre Mudança Climática, Unfccc.

No evento, os participantes pretendem reforçar a importância da ratificação das emendas do Protocolo de Quioto o mais rápido possível. Um mês antes, em novembro, será a vez do Equador receber uma conferência sobre espécies migratórias.

O fórum de Los Cabos também adotou uma plano regional de ação para combater a poluição. A iniciativa inclui intercâmbio técnico e alternativas de redução propostas pela região.

Desenvolvimento

Os governos latino-americanos e caribenhos foram convidados ainda a identificar recursos para manter as redes de monitoramento da qualidade do ar.

Os ministros pediram à ONU que apoiem os governos na produção de estudos de desenvolvimento e epidemiológicos sobre os danos à saúde associados à poluição.

O Fórum conclamou ainda aos países da região priorizar a cooperação Sul-Sul nas áreas de mudanças climáticas, biodiversidade, degradação e recursos hídricos.