Ban deplora “grave escalada da violência” entre Faixa de Gaza e Israel

13 março 2014

Secretário-Geral fala de potencial desestabilização regional e exorta as partes a exercer máxima contenção; nesta quinta-feira agências anunciaram ataques de ambos os lados, considerados os mais pesados dos últimos dois anos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral deplorou o que chamou grave escalada da violência, após ataques iniciados esta quarta-feira da Faixa de Gaza para Israel. Ban Ki-moon emitiu a mensagem após os atos reivindicados pelo grupo Jihad Islâmica.

A nota pede que seja impedido um novo escalar que pode trazer uma maior desestabilização na região, tendo exortado a todos os atores a exercer máxima contenção.

Disparos

Nesta quinta-feira, agências noticiosas citam autoridades israelitas a anunciar ataques retaliatórios a 29 alvos na Faixa de Gaza. A ação ocorreu momentos após o disparo de quatro foguetes contra o país, um dia depois de terem sido lançados outros 60.

No comunicado, Ban condena veementemente os ataques múltiplos de foguetes contra Israel a partir de Gaza e destaca que os relatos dos danos e de ferimentos ainda estão a ser determinados.

Ainda segundo as agências noticiosas, não há notícias de baixas humanas dos dois lados no que são considerados ataques concentrados mais pesados desde o fim do conflito entre as duas partes, em novembro de 2012.