ONU alerta sobre violência na Líbia
BR

10 março 2014

Enviado do Secretário-Geral pediu apoio internacional para ajudar no processo de transição democrática do país; Tarek Mitri fez a declaração em pronunciamento no Conselho de Segurança.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O enviado do Secretário-Geral das Nações Unidas para a Líbia, disse ao Conselho de Segurança que o período de transição no país é marcado por uma grave crise política aliada à instabilidade e à violência.

Na apresentação do seu relatório trimestral, Tarek Mitri afirmou ser vital uma operação internacional coordenada para ajudar a Líbia no processo de democratização.

Violência

Ele disse que, nos últimos três meses, houve um aumento dramático da violência no país. Segundo Mitri, as diferenças políticas, econômicas e sociais se transformaram em violência armada entre grupos rivais.

O emissário da ONU explicou que grande parte de confrontos ocorre entre linhas tribais e étnicas.

De acordo com ele, as negociações para resolver as diferenças e chegar a um acordo, que deve incluir a criação do futuro Congresso Nacional e do Governo, não foram suficientes para acabar com as divisões.

Mitri deixou claro que “permanecem consideráveis diferenças entre as partes sobre a realização de eleições presidenciais e parlamentares e também sobre o poder que deve ser concedido ao futuro chefe de Estado.

Ele afirmou que a Líbia corre o risco de embarcar em uma trajetória de uma violência sem precedentes.

Crimes

O também chefe da Missão da ONU de Apoio ao país, Unsmil, citou relatos constantes de atos como tortura, mortes sob custódia e sequestros. Segundo ele, os crimes estariam sendo executados por brigadas secretas ligadas aos ministérios da Justiça ou Defesa.

O representante disse ainda que a entrega de todos os detidos às autoridades é um pré-requisito para o estabelecimento de Estado de Direito no país.

*Apresentação: Edgard Júnior

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud