Entrevista: Melita Matsinhe

8 março 2014

No âmbito das celebrações do 8 de março, Dia Internacionl da Mulher, a pianista moçambicana defende que a formação é um dos elementos-chave para que as moçambicanad lutem pelos seus direitos.

A artista defende que para além da capacitação, a mulher deve ter coragem de questionar a cultura e os hábitos que coloca em desvantagem outros seres humanos pelo facto de serem de sexo feminino.

Em entrevista a Rádio ONU em Maputo, Melita Matsinhe, lançou o apelo dos artistas para através do uso da palavra, do trabalho para abordar questões sobre os direitos da mulher.

Acompanhe a conversa com Ouri Pota.

Tempo total:05'57 ''.