FMI nomeia ex-ministro das Finanças de Portugal para cargo diretivo

28 fevereiro 2014

Em junho, Vítor Gaspar passa a liderar o Departamento de Assuntos Fiscais do órgão; diretora-geral revela expectativa de contributo do recém-nomeado para finanças públicas e consultoria política.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional, FMI, Christine Lagarde, anunciou a seleção do antigo ministro das Finanças de Portugal, Vítor Gaspar, para dirigir o Departamento de Assuntos Fiscais.

Em nota, publicada esta sexta-feira, a responsável diz que a nomeação entra em vigor no início de junho. Gaspar sucede ao italiano Carlo Cottarelli, que pediu demissão em outubro passado.

Políticas Públicas

Lagarde destaca o que considera impressionantes credenciais em gestão e registo formidável além da experiência em políticas públicas a nível nacional e europeu.

A dirigente manifestou a expectativa de trabalhar com o ex-governante português em questões como finanças públicas e prestação de consultoria política fiscal.

Finanças

A nota realça ainda o percurso de Gaspar como assessor especial do Banco de Portugal, após ter servido como titular da pasta das Finanças no país entre 2011 e 2013.

Lagarde destaca o facto de o recém-nomeado ter sido diretor-geral do Bureau da Comissão Europeia de Conselheiros de Política do continente entre 2007 e 2010. Desde 1998 e durante seis anos, Gaspar foi diretor-geral de pesquisa do Banco Central Europeu.

Vítor Gaspar tem um doutoramento e pós-doutoramento em Economia pela Universidade Nova de Lisboa, além de ter sido graduado pela Universidade Católica Portuguesa.