Ban pede fim de assassinatos na República Centro-Africana

Ban pede fim de assassinatos na República Centro-Africana

Secretário-Geral enviou mensagem de apoio aos cidadãos do país a destacar que não estão sozinhos; chefe da ONU explicou que vários países estão trabalham pela paz.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova Iorque. *

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, enviou uma mensagem em vídeo de apoio à população da República Centro-Africana.

Ban expressou solidariedade e disse que os centro-africanos não estão sozinhos. O responsável explicou que muitos países estão a trabalhar para que seja alcançada a paz na região.

Soldados e Forças Policiais

O chefe da ONU fez um apelo à comunidade internacional para que envie mais soldados e forças policiais, bem como ajuda adicional para salvar vidas no país africano.

Ban fez um pedido direto aos cidadãos centro-africanos para que parem com o banho de sangue e os assassinatos e que deponham as armas.

Cristãos e Muçulmanos

O representante disse que os que estão associados à violência dividem e destroem a nação.

Segundo o Secretário-Geral, cristãos e muçulmanos construíram o país juntos e voltarão a fazê-lo.

Ban encerra a mensagem a afirmar que está ao lado do povo, com a promessa de apoio total à paz e à reconciliação, bem como à justiça e à responsabilidade para todas as pessoas da República Centro-Africana.

*Apresentação: Eleutério Guevane.