Reunião em Genebra chega ao segundo dia sem muitos avanços

14 fevereiro 2014

Após ter um novo encontro em Genebra nesta terça-feira com o governo da Síria e a delegação da oposição, o enviado especial da ONU e da Liga Árabe reforçou que precisa da cooperação dos dois lados em conflito.

Lakhdar Brahimi lamentou que as partes não estejam fazendo muitos progressos em Genebra, mas ressaltou ter "muita paciência" para mediar os diálogos.

Com o apoio da ONU, agências humanitárias conseguiram retirar da cidade velha de Homs mais de 1,1 mil civis, uma operação considerada "um sucesso" para Lakhdar Brahimi.

As negociações de paz continuam pelos próximos dias, na conferência conhecida como Genebra 2. Na sexta-feira, Brahimi tem uma reunião com representantes da Rússia e dos Estados Unidos.

O dia foi ainda marcado pelas declarações do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, que alertou que o governo sírio deteve para interrogatório 295 homens retirados da cidade velha de Homs.

Assista à conversa de Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York, com Leilane Neubarth, para o Jornal Globo News.