Pillay quer igualdade de gênero em todas as metas pós-2015
BR

10 fevereiro 2014

Para alta-comissária, questão precisa ser integrada à futura agenda internacional sobre desenvolvimento sustentável; declaração foi feita na abertura da 57ª sessão da Cedaw, em Genebra.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York. 

A alta comissária da ONU para os Direitos Humanos pediu esta segunda-feira que a igualdade de gênero seja parte integral da agenda pós-2015. O conjunto de metas para o desenvolvimento sustentável está sendo produzido pelas Nações Unidas, com apoio da comunidade internacional.

Navi Pillay fez a declaração em Genebra, na abertura da 57ª sessão da Comissão para a Eliminação da Discriminação contra Mulheres, Cedaw.

Iraque

Pillay espera que a nova agenda internacional tenha metas sobre igualdade e sobre o combate a todas as formas de discriminação, como a discriminação baseada no sexo da pessoa.

A alta comissária elogiou ainda o trabalho da Cedaw, que para ela é “motivo de orgulho”. Pillay citou que em mais de 30 anos, a Comissão conseguiu elaborar conteúdos e detalhes de uma vasta gama de direitos das mulheres.

A nova sessão da Cedaw segue até o dia 28 de feveiro, desta vez analisando a situação das mulheres no Bahrein, Camarões, Catar, Cazaquistão, Iraque, Serra Leoa e Finlândia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud