Ban afirmou que espírito olímpico deve se espalhar pelo mundo
BR

7 fevereiro 2014

Secretário-Geral fez pedido pela paz, por uma trégua e pelo fim da discriminação; declaração foi para marcar a abertura das Olimpíadas de Inverno, esta sexta-feira, em Sochi, Rússia.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

Numa mensagem divulgada por ocasião da abertura das Olimpíadas de Inverno, o Secretário-Geral das Nações Unidas pede que sejam dissolvidas as barreiras entre as pessoas.

No vídeo, para abertura do evento, nesta sexta-feira, Ban Ki-moon disse que o espírito olímpico deve ser levado em conta e espalhado por todo o mundo. O chefe da ONU lançou um apelo global pela paz, pela trégua nos conflitos armados, pelos direitos humanos e pelo fim da discriminação.

Espírito Olímpico

Ban afirmou que o espírito olímpico deve prevalecer, tendo como foco a disciplina, o respeito mútuo e a competição amigável.

Segundo as agências de notícias, a 22ª edição dos Jogos Olímpicos de Inverno custou US$ 51 milhões, mais de R$ 122 milhões.

Ban reforçou a celebração do esporte e da solidariedade na mensagem e disse que a chama olímpica também ilumina a esperança para a humanidade.

Encontros

Em Sochi, o Secretário-Geral se reuniu com o presidente do Comitê Paralímpico Internacional, Philip Craven.

Vários chefes de Estado devem assistir à cerimônia incluindo o presidente da China, Xi Jinping, com quem Ban Ki-moon discutiu questões como o processo político na Síria e a desnuclearização da Península Coreana.

Já com o presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, o chefe da ONU abordou os protestos antigovernamentais. Ban reiterou a urgência de uma solução para crise política através do diálogo e da necessidade de se evitar mais violência.

*Apresentação: Edgard Júnior