Brahimi: “sírios discutiram implementação do Comunicado de Genebra”
BR

31 janeiro 2014

Enviado especial da ONU e da Liga Árabe disse que primeira fase das negociações foi difícil mas que houve um progresso modesto entre governo e oposição; ele afirmou que segunda fase das negociações deve começar em 10 de fevereiro.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O enviado da ONU e da Liga Árabe Lakdhar Brahimi afirmou, esta sexta-feira, que os representantes do governo e da oposição na Síria se comprometeram a discutir a implementação do Comunicado de Genebra.

Ao fim da primeira fase das negociações, Brahimi afirmou que o início do processo foi difícil mas que os dois lados agora estão, pela primeira vez, discutindo o fim da guerra e uma solução política para salvar o país.

Retrospecto

Ele fez um retrospecto dos oito dias de negociações em Genebra.

Brahimi disse que os dois lados compreendem que o conflito impôs um sofrimento imenso e inaceitável sobre o povo sírio. Eles reconheceram também a necessidade de acabar com a violência.

Além disso, o enviado da ONU afirmou que o governo e a oposição sabem que para implementar o Comunicado de Genebra eles devem chegar a um acordo não só sobre o fim do conflito mas a respeito da criação de um governo de transição com plenos poderes executivos.

Crise Humanitária

Entre outros pontos importantes das discussões, Brahimi citou a segurança, a soberania e a crise humanitária no país.

Ele disse que houve um progresso modesto nesta primeira fase de negociações. Para Brahimi, governo e oposição conseguiram debater os assuntos de uma forma aceitável, mas alertou que as diferenças entre eles continuam muito grandes.

O enviado da ONU e da Liga Árabe disse que na sua opinião, os dois lados estão dizendo basicamente quase a mesma coisa. Ele espera que todos possam alcançar um entendimento maior na segunda fase das negociações, que vai começar em 10 de fevereiro.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud