FAO lança novos padrões para bancos de genes de plantas
BR

31 janeiro 2014

Objetivo é melhorar a conservação das plantações de alimentos; agência da ONU disse que mais de 7 mil amostras de sementes estão guardadas em 1,7 mil instalações em todo o mundo.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, lançou um novo padrão para o armazenamento de amostras de sementes de plantas nos chamados “Bancos de Genes”.

O objetivo da FAO é melhorar a conservação das plantações de alimentos, muitas delas cruciais para a segurança alimentar e de nutrição global.

Padrões Internacionais

O relatório da agência da ONU fornece padrões internacionais voluntários para os Bancos de Genes espalhados pelo mundo que guardam não só sementes mas também outros materiais para reproduzir plantas.

Segundo a FAO, mais de 7 milhões de sementes, tecidos e outras amostras de plantas de culturas alimentares estão armazenadas em 1,7 mil instalações especiais.

Os novos padrões vão ajudar na implementação das tecnologias e procedimentos mais apropriados para a coleta, conservação e documentação da diversidade de colheitas.

Pesquisas

O processo vai auxiliar as pesquisas para evitar a perda de biodiversidade e aumentar a sustentabilidade, duas condições necessárias, segundo a FAO, para alimentar uma população mundial que deve passar dos 9 bilhões de pessoas até 2050.

A organização afirma que Bancos de Genes bem administrados irão ajudar a preservar a diversidade genética e tornar o material disponível para agricultores e cientistas.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud