Relatório da ONU diz que mais de 100 mil pessoas são mortas por ano na AL

23 janeiro 2014

As Nações Unidas afirmaram que o desenvolvimento socioeconômico da América Latina está sendo ameaçado pelas altas taxas de insegurança pública na região.

A constatação é parte do Relatório Regional de Desenvolvimento Humano 2013-2014.

O documento recomenda prevenção e reformas institucionais, além de um acordo nacional de longo prazo para combater a criminalidade.

Os especialistas do Programa da ONU para o Desenvolvimento, Pnud, disseram que medidas de controle por si só não bastam, e que os países da região devem criar melhores condições de vida para a população como parte da estratégia para resolver o problema.

Acompanhe a reportagem de Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York, para o Jornal Globo News.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud