Ban condena ataque a bomba no Afeganistão
BR

18 janeiro 2014

Pelo menos 21 pessoas morreram na ação que ocorreu em um restaurante de Cabul; Secretário-Geral informou que quatro funcionários da ONU foram mortos no atentado desta sexta-feira.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, condenou nos mais fortes termos o ataque a bomba, nesta sexta-feira, em Cabul, no Afeganistão.

Pelo menos 21 pessoas morreram entre elas, quatro funcionários da ONU que estavam no restaurante onde a ação ocorreu. Muitos ficaram feridos. A Missão da ONU no país, Unama, informou que o grupo Talebã assumiu a responsabilidade do atentado.

“Terrível Ataque”

Ban afirmou que ataques contra civis são inaceitáveis e uma violação flagrante da lei humanitária internacional.

Depois de classificar a operação como um “terrível ataque”, o chefe da ONU enviou condolências às famílias das vítimas e colegas mortos. Ban desejou rápida recuperação dos feridos.

Mais cedo, o Conselho de Segurança também condenou o ataque terrorista desta sexta-feira.

Ameaça

Os integrantes do grupo expressaram preocupação pela ameaça representada pelos Talebãs, que assumiram a autoria do atentado, e também pela rede terrorista Al-Qaeda.

O Conselho de Segurança reforçou a necessidade de se levar à justiça os responsáveis por estes ataques. O órgão pediu aos Estados que cooperem com as autoridades afegãs.

Os membros do Conselho reafirmaram que o terrorismo em todas as suas formas e manifestações é criminoso e injustificável, qualquer que seja a sua motivação.

Paz e Democracia

Além disso, eles disseram que os atentados não devem ser associados a nenhuma religião, nacionalidade ou grupo étnico.

O Conselho de Segurança deixou claro que nenhum ato terrorista pode reverter o caminho da paz, da democracia e da estabilidade adotado pelo Afeganistão. Esse processo conta com o apoio do povo e do governo afegão e da comunidade internacional.

Segundo as agências de notícias internacionais, um homem bomba detonou os explosivos na entrada do restaurante e, logo em seguida, dois outros homens armados entraram no local e atiraram contra quem estava na área.

Além dos funcionários da ONU, o chefe do escritório do Fundo Monetário Internacional no Afeganistão, Wabel Abdallah, também foi morto no ataque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud