Ban elogia julgamento de acusados de matar ex-premiê do Líbano
BR

16 janeiro 2014

Em nota, Secretário-Geral diz que o combate à impunidade é vital para a segurança e estabilidade a longo prazo do país; carro-bomba matou primeiro-ministro Rafik Hariri e outras 21 pessoas, em fevereiro de 2005.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.*

O Secretário-Geral da ONU saudou o início do julgamento dos acusados de matar o ex-primeiro-ministro do Líbano, Rafik Hariri.

Em nota, emitida pelo seu porta-voz, Ban Ki-moon afirmou que o combate à impunidade é fundametnal para a segurança e estabilidade do Líbano.

Mandados de Prisão

Hariri e mais outras 21 pessoas foram mortas na explosão de um carro-bomba, em Beirute, capital do Líbano, em fevereiro de 2005.

Ban lembrou que o julgamento está ocorrendo quase nove anos depois.

Os quatro acusados da morte do premiê estão sendo julgados à revelia pelo Tribunal Especial para o Líbano, em Haia, na Holanda. O tribunal é apoiado pela ONU.

Salim Jamil Ayyash, Mustafa Amine Badreddine, Hussein Hassan Oneissi e Assad Hassan Sabra estão foragidos. Em junho de 2011, as autoridades libanesas receberam do tribunal mandados de prisão contra os quatro, mas eles ainda não foram capturados.

Explosivos

Os reus à revelia são acusados de “cometer ato terrorista usando materiais explosivos, de premeditar o homicídio de Rafik Hariri, de tentativa de homicídio de 231 pessoas usando explosivos e de serem cúmplices no ato”.

Ainda nesta quinta-feira, segundo agências de notícias, um ataque suicida matou cinco pessoas na cidade de Hermel no Vale do Becá e perto da fronteira com a Síria.

O promotor do caso Rafik Hariri é Normal Farrel, do Canadá e cinco juízes atuam no julgamento.

O Tribunal Especial para o Líbano é um órgão internacional criado por meio de um acordo entre o Conselho de Segurança da ONU e o governo libanês.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud