Secretário-Geral alarmado com aumento das fatalidades no Sudão do Sul
BR

15 janeiro 2014

Relatos apontam para 200 civis mortos após barco afundar no rio Nilo; Ban Ki-moon também está muito preocupado com o aumento dos deslocados internos, que já passam de 400 mil.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral das Nações Unidas está “alarmado” com o aumento das fatalidades no Sudão do Sul, resultado da continuação dos conflitos no país.

A nota divulgada pelo porta-voz de Ban Ki-moon cita relatos sobre a morte por afogamento de 200 civis que tentavam escapar da violência em Malakal, no Estado do Alto Nilo. O barco onde o grupo estava afundou no Rio Nilo.

Desalojados

Ban também está “muito preocupado” com o aumento dos deslocados internos no Sudão do Sul, que já passou a marca dos 400 mil esta semana. O Secretário-Geral lembra que os trabalhadores humanitários enfrentam desafios para fornecer a assistência que os civis tanto precisam.

O chefe da ONU condena nos termos mais fortes a apropriação de veículos humanitários e o saque de estoques de alimentos e outros itens de ajuda, que teriam sido realizados tanto por forças do governo como da oposição.

Ban Ki-moon pede aos dois lados o fim das hostilidades e apela ao engajamento construtivo com a Autoridade Intergovernamental sobre Desenvolvimento, que lidera os processos de negociação.

Mais Tropas

O Secretário-Geral lembra que os autores de ataques contra civis, trabalhadores humanitários e funcionários da ONU, serão responsabilizados e reforça o compromisso da organização em proteger a população do país.

Nesta quarta-feira, a Missão da ONU no Sudão do Sul, Unmiss, anunciou que o primeiro reforço militar chegou na capital Juba. São 25 boinas azuis nepaleses, que trabalhavam na Missão da ONU no Haiti, Minustah. O grupo é o primeiro de um batalhão de 350 soldados de paz do Nepal que devem chegar ao Sudão do Sul até o fim do mês.

O reforço das tropas da Unmiss está sendo feito após uma decisão do Conselho de Segurança em dezembro, autorizando o envio de mais 5,5 mil soldados de paz para o Sudão do Sul. Assim, as tropas da Unmiss terão 12,5 mil boinas azuis. 

Além do Nepal, países como Gana, Ruanda, Índia, Tanzânia e Bangladesh devem enviar mais tropas para o Sudão do Sul.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud