Ban elogia apelo de paz de líderes religiosos na República Centro-Africana
BR

27 dezembro 2013

Secretário-Geral afirmou que pedido foi feito por autoridades cristãs e muçulmanas; ele lamentou morte de funcionário da ONU e de soldados das tropas de paz que trabalham para solucionar a crise no país.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, elogiou o apelo de paz feito por líderes religiosos cristãos e muçulmanos para acabar com os conflitos na República Centro-Africana.

Em comunicado, Ban se mostrou também estarrecido com a violência contínua no país. Nesta quinta-feira foram encontrados dezenas de corpos em várias ruas de Bangui, a capital.

Pêsames

Ele lamentou ainda a morte de seis soldados das tropas de paz da Missão Internacional de Apoio, comandada por africanos, Misca. Um funcionário das Nações Unidas também foi morto nesta terça-feira.

Ban enviou pêsames às famílias das vítimas e disse que está empenhado em garantir a segurança de todos, em particular, dos funcionários da organização para que eles possam ajudar a população civil do país.

O chefe da ONU pediu a todas as partes envolvidas nos confrontos que cooperem com a União Africana e com as forças francesas.

Segurança

Ban explicou que a missão não faz parte dos conflitos entre os centro-africanos, o objetivo dos militares é fornecer segurança aos necessitados.

Ele pediu novamente as autoridades do governo provisório que cumpram com suas responsabilidades para conter os que fomentam e praticam a violência no país.

O Secretário-Geral afirmou que os responsáveis pelas atrocidades vão responder pelos crimes.

Ban Ki-moon reafirmou o compromisso das Nações Unidas em ajudar a República Centro-Africana a sair da crise e consolidar a paz. 

Ele mencionou a urgência nesse momento para dar segurança e proteção aos civis, facilitar a entrega de assistência humanitária e criar as condições para uma volta negociada à ordem constitucional.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud