ONU pede US$ 166 milhões para salvar vidas no Sudão do Sul
BR

26 dezembro 2013

Dinheiro é necessário para cobrir operações humanitárias até março de 2014; agências de ajuda vão fornecer água potável, serviços de saúde e saneamento básico, abrigo e alimentos.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório das Nações Unidas de Assistência Humanitária, Ocha, afirmou que as agências precisam de US$ 166 milhões, mais de R$ 380 milhões, para salvar vidas no Sudão do Sul.

O coordenador humanitário do Ocha no país, Toby Lanzer, disse que este é um momento extremamente difícil para a população e que é crucial que as agências de ajuda tenham os recursos que necessitam.

90 mil

Lanzer alertou que pelo menos 90 mil pessoas foram deslocadas por causa da violência nos últimos 10 dias. Isso inclui 58 mil civis que buscaram abrigo em bases da ONU por toda a região.

O dinheiro é necessário para cobrir operações humanitárias até março de 2014. Ele vai ser utilizado em programas de emergência para atender a 200 mil deslocados de várias partes do país, mas principalmente, dos Estados Unity e ao norte do Rio Nilo.

As autoridades vão fornecer também água potável, saneamento básico, abrigo, alimentos e serviços de saúde aos necessitados.

As agências de ajuda vão trabalhar para proteger os direitos das pessoas mais vulneráveis, incluindo os que conseguiram escapar da violência étnica no país.

Avaliação

O Ocha vai usar o dinheiro ainda para coordenar as operações nas áreas de abrigo para os deslocados e para transportar os trabalhadores de ajuda e suprimentos até as regiões de alto risco.

Lanzer disse que conseguiu avaliar melhor as necessidades dos sul-sudaneses depois de visitar Bor e Bentiu nesta semana. Ele afirmou que as prioridades do Ocha são: permanecer na região atingida pela violência, proteger a população civil e entregar ajuda humanitária.

Ele espera que os doadores do mundo inteiro ajam rapidamente para que as agências recebam os recursos necessários e possam ajudar os sul-sudaneses.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud