Ban pede que seja evitado o derramamento de sangue no Médio Oriente

24 dezembro 2013

Reação do Secretário-Geral segue-se a ataques retaliatórios em Israel, em Gaza e na Cisjordânia que ocorrem desde domingo.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Secretário-Geral, Ban Ki-moon, afirmou que está preocupado com a escalada da violência em Israel, em Gaza e na Cisjordânia.

Ban disse rejeitar todas as ações contra a população civil e convidou as partes a exercer máxima contenção para evitar o que chamou “mais um ciclo de derramamento de sangue.” 

Fabricação

Agências noticiosas citam o exército israelita como tendo anunciado ataques em vários locais incluindo uma base de fabricação de armas levados a cabo por aviões e tanques.

As agências também mencionam o anúncio do Hamas, que governa a Faixa de Gaza, a referir tratar-se de uma “perigosa escalada.”

Vítimas

Em nota, o chefe da ONU condena o assassinato de um civil israelita como resultado do fogo transfronteiriço, nesta terça-feira, em Gaza, e o bombardeamento de um autocarro próximo de Tel Aviv, no domingo.

Ban lamenta ainda a morte de uma criança em Gaza após ataques de retaliação de Israel nesta terça, bem como das vítimas civis palestinas desde a sexta-feira.

Entendimento

Após endereçar condolências às famílias das vítimas, o chefe da ONU considera essencial preservar o entendimento sobre o cessar-fogo assinado em novembro de 2012 e restaurar a calma.

O Secretário-Geral disse que continua a destacar a necessidade de que as partes permaneçam firmes no compromisso de alcançar uma solução de dois Estados, com vista a pôr fim à violência de uma forma permanente.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud