Centenas de estudantes pedem proteção da ONU no Sudão do Sul

20 dezembro 2013

Organização menciona relatos não verificados sobre morte de membros do grupo; do estado de Jonglei foram registados combates, sem que haja menção de números.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas informaram que centenas de estudantes do lar universitário da capital sul-sudanesa, Juba, pediram a assistência da sua Missão no Sudão do Sul, Unmiss, após relatos sobre mortes.

Uma patrulha da operação de paz está no local desde esta quinta-feira, declarou o porta-voz do Secretário-Geral, Farhan Haq.

Universidade

O representante citou relatos a dar conta de civis em busca de refúgio, após informações não verificadas apontando para a morte de estudantes pelas forças de segurança na Universidade de Juba, na quarta-feira.

Desde domingo, a capital sul-sudanesa foi marcada por tiroteios na sequência do que as autoridades classificaram como tentativa frustrada de golpe de Estado. Os confrontos envolveram o exército e soldados leais ao antigo vice-presidente, Riek Machar, demitido em julho.

Movimento Limitado

Entretanto, a Unmiss sublinha que a situação na capital sudanesa teria acalmado apesar do movimento limitado do pessoal da ONU. Nos complexos da organização estão abrigadas mais de 34 mil pessoas.

Conforme acrescentou, num outro ponto da cidade estariam entre 2 mil a 5 mil pessoas em busca de refúgio e de proteção, que foram solicitados à missão das Nações Unidas.

Jonglei

Já no estado de Jonglei, a situação continua a deteriorar-se. No município de Akobo, jovens da etnia Lou Nuer forçaram a entrada na base temporária da missão da ONU para atacar civis em busca de refúgio.

A organização diz haver receios de mortos em combates, que até ao momento ainda não se conseguiram identificar ou quantificar. A missão deve retirar o pessoal desarmado da área, além de reforçar a base com pessoal militar.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud