Relatório conclui que houve tortura de sobreviventes na Síria

19 dezembro 2013

Um painel das Nações Unidas concluiu que desaparecimentos forçados estão sendo usados como tática de guerra na Síria. A Comissão de Inquérito sobre o país divulgou um relatório sobre o tema nesta quinta-feira.

Neste dia começou também uma ação internacional coordenada para remover armas químicas da Síria. A informação foi divulgada pelo chefe da Organização para Proibição de Armas Químicas, Opaq. 

Acompanhe a reportagem sobre o tema, com Edgard Júnior da Rádio ONU, para o Jornal Globo News.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud