Entrevista: Paulo Tjipilica

18 dezembro 2013

Angola preside a Associação dos Ombudsmans ou Provedores de Justiça de África, Aoma.

Em declarações à Rádio ONU, em Nova Iorque,  o titular da função, Paulo Tjipilica, disse que a agremiação continental quer obter o estatuto de observador nas Nações Unidas.

Na organização, o responsável manteve encontros com o subsecretário-geral para os Assuntos Jurídicos e com o Ombudsman da ONU, para advogar acerca do grupo de 40 nações e falar da instabilidade no continente.

A Guiné-Bissau também é mencionada pelo representante, que falou da possível colaboração dos países de língua portuguesa em esforços para apoiar os guineenses a “acertar passo para o desenvolvimento, para estabilidade e para o progresso.”

Acompanhe a entrevista à Rádio ONU

Tempo total: 08’37’’.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud