Nações Unidas renovam pedido de ajuda para Filipinas
BR

16 dezembro 2013

Um mês após passagem do tufão, organização avalia que são necessários US$ 791 milhões para recuperação; brasileira que coordena trabalhos da ONU no país diz que serviços de saúde podem beneficiar 7 milhões.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Pouco mais de um mês após as Filipinas ter sido atingida pelo tufão Haiyan, as Nações Unidas voltaram a destacar nesta segunda-feira a importância de agir rápido para ajudar os civis afetados.

Uma reunião na sede da ONU, em Nova York, avaliou ainda as lições aprendidas com a resposta da comunidade internacional ao desastre. Segundo as últimas estimativas, o tufão afetou 14 milhões de filipinos, sendo que 4 milhões ficaram desalojados.

Necessidades

O Plano Estratégico de Resposta ao Tufão Haiyan pede US$ 791 milhões de financiamento, e até agora, apenas 30% do valor foi alcançado.

Da capital do país, Manila, a brasileira Luiza Carvalho, que coordena os trabalhos de ajuda humanitária da ONU nas Filipinas, explicou que a população precisa de comida, água e abrigo.

Falando em inglês, Luiza Carvalho contou que os serviços de saúde e de proteção irão beneficiar 7 milhões de pessoas nas comunidades afetadas, em colaboração com governo e autoridades locais.

Prioridade

Além de discutir as necessidades imediatas dos filipinos, os representantes da ONU falaram sobre o que pode ser feito para garantir a eficiência da entrega de assistência.

O subsecretário-geral para Assuntos Econômicos e Sociais, Wu Hongbo, destacou que a comunidade internacional precisa ter como prioridade a redução do risco de desastres naturais, investindo em medidas de preparo e adaptação.

Hongbo afirmou que o “índice de mortes por desastres em países em desenvolvimento é 20 vezes maior do que em nações desenvolvidas.”

De acordo com a ONU, embora o número de pessoas mortas em desastres naturais diminuiu nos últimos 40 anos, o mundo tem presenciado o aumento da quantidade e da intensidade desses desastres.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud