Aiea diz que foi encontrada carga radioativa roubada no México BR

Aiea diz que foi encontrada carga radioativa roubada no México

Autoridades mexicanas disseram que material foi encontrado fora do lacre protetor mas não há sinais de contaminação na área; equipamento médico contendo Cobalto-60 estava bem perto de onde o caminhão foi roubado.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

A Agência Internacional de Energia Atômica, Aiea, informou que foi encontrada a carga radioativa contendo Cobalto-60, roubada nesta segunda-feira, no México.

A Aiea informou que as autoridades mexicanas encontraram o equipamento médico abandonado perto do local onde o caminhão que transportava o aparelho de radioterapia foi roubado no início da semana.

Proteção

Segundo a agência da ONU, o Cobalto-60 foi encontrado fora do lacre de proteção, mas não há nenhuma indicação de que o material tenha sido danificado ou qualquer sinal de contaminação no local.

Por medidas de segurança, a polícia isolou uma área de 500 metros de distância ao redor da carga radioativa.

A Aiea classificou o Cobalto-60 contido no aparelho de radioterapia como de Categoria 1. Isso significa que o material é extremamente perigoso para qualquer pessoa.

A agência alerta que se a carga radioativa não for manuseada de forma segura e apropriada, poderá causar danos permanentes às pessoas que tocaram no material.

Contato Fatal

A Aiea disse que o contato pode ser fatal para quem ficou perto do Cobalto-60 sem qualquer proteção durante um período que pode variar de apenas alguns minutos até uma hora.

As autoridades mexicanas estão investigando os efeitos de uma possível exposição à radiação em pessoas que podem ter se aproximado do equipamento.

Os hospitais locais foram alertados para que fiquem atentos a possíveis sintomas causados pela contaminação.

Segundo os especialistas, as pessoas que possam estar contaminadas não representam risco para o resto da população.