Líderes políticos da Síria podem ser julgados por crimes contra a humanidade

3 dezembro 2013

A alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, alertou que os líderes políticos da Síria podem ser responsabilizados pelas violações dos direitos humanos no país.

Falando esta segunda-feira em Genebra, Pillay afirmou que os relatórios preparados pela Comissão de Investigação sobre os abusos cometidos na Síria indicam que integrantes do mais alto nível do governo, incluindo o chefe de Estado, podem ser julgados por crimes de guerra ou contra a humanidade.

A alta comissária pediu às partes envolvidas no conflito na Síria que ponham um fim à violência e que deem uma chance ao processo de paz. A conferência internacional com ambas as partes do conflito está marcada para 22 de janeiro.

Assista à reportagem sobre o tema, com Edgard Júnior, da Rádio ONU, para o Jornal da Globo News.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud