Ban cita Luz para Todos, do Brasil, em reunião sobre energia sustentável
BR

27 novembro 2013

Secretário-Geral disse que programa já atingiu 15 milhões no país; declaração foi feita depois de encontro com o presidente do Banco Mundial sobre o tema nesta quarta-feira.

Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que quase todos os brasileiros hoje têm acesso à eletricidade.

A declaração foi feita depois de reunião com o presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, sobre o plano de energia sustentável para todos.

Compromisso

Ban disse que o programa “Luz para Todos” já atingiu 15 milhões de pessoas no país inteiro.

O chefe da ONU agradeceu os líderes de governos, empresários e sociedade civil pelo forte compromisso com a energia sustentável.

Além do Brasil, ele citou a iniciativa da Noruega de investir US$ 2 bilhões de dólares, mais de R$ 4,5 bilhões, em projetos globais de energia renovável. Ele lembrou ainda que o Bank of America lançou títulos verdes, que já arrecadaram meio bilhão de dólares e serão investidos em programas ambientais.

Ban mencionou ainda o Fundo Internacional de Desenvolvimento da Opep que vai disponibilizar US$ 1 bilhão de dólares para o setor energético.

Caminho

Ele disse que agora é necessário fazer com que outros sigam este caminho.

Segundo o Secretário-Geral, o programa de “energia para todos’ é necessário para um desenvolvimento sustentável, para reduzir a pobreza e para aumentar as oportunidades.

Além disso, Ban afirmou que ele é importante para combater a mudança climática e criar a base para o futuro que todos querem.

Agenda Pós-2015

O chefe da ONU deixou claro que vai trabalhar com os Estados-membros para fazer da energia sustentável o ponto principal da agenda de desenvolvimento pós-2015.

Ban explicou que a energia sustentável é o elo entre o crescimento econômico, a equidade social, o equilíbrio climático e um meio ambiente saudável.

O Secretário-Geral alertou que os sistemas energéticos mundiais não são sustentáveis, as temperaturas estão aumentando e ameaçam os objetivos de desenvolvimento de economias grandes e pequenas.

Para Ban, é necessária uma mudança na forma como se produz, se usa e se compartilha energia no planeta.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud