Representante no Iraque quer estratégia contra extremismo sectário
BR

25 novembro 2013

Ao Conselho de Segurança, Nickolay Mladenov reconhece que os desafios do país não podem ser isolados dos riscos da região; ele diz que resolver a crise síria é vital para o Iraque.

Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

O Conselho de Segurança avalia esta segunda-feira a situação do Iraque e o trabalho da Missão da ONU no país, Unami. Durante a reunião, em Nova York, o representante da ONU para o Iraque reconheceu que “os desafios do país já não podem mais ser isolados dos riscos que a região enfrenta”.

Nickolay Mladenov defendeu que resolver a crise síria e adotar uma estratégia regional contra o extremismo sectário ou religioso são “vitais para levar estabilidade ao Iraque.”

Assassinatos

O representante pediu ao Conselho de Segurança apoio ao povo iraquiano, em sua luta contra o terrorismo, em especial contra ataques que têm civis como alvo.

Segundo Mladenov, “grupos armados tentam impor sua vontade em várias partes do país , buscam criar um vácuo político e estimulam o conflito assassinando líderes políticos e atacando peregrinos xiitas e mesquitas”.

O representante da ONU no Iraque diz que “enquanto uma resposta militar é necessária, uma série de estratégias são precisas para inibir as atividades terroristas”.

Sírios

Mladenov cita algumas, como garantir compensação para vítimas ou suas famílias. Ele garantiu ao Conselho de Segurança que a Unami trabalha com o Ministério da Justiça iraquiano para melhorar as condições das prisões e a reforma do sistema de justiça penal.

Durante a reunião no Conselho, o representante também agradeceu o governo e o povo iraquiano por acolher mais de 200 mil sírios que fogem da guerra civil. Mladenov destacou em especial o trabalho da região autônoma do Curdistão, que recebe 98% dos refugiados da Síria.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud