Angola reafirma aposta de combater violência no Dia Universal da Criança

20 novembro 2013

Data marca o 24º aniversário da Convenção dos Direitos da Criança; Unicef defende advocacia, sensibilização e diálogo entre diferentes entidades no país.

Cláudia Longa, de Luanda para a Rádio ONU.*

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, realiza um Fórum de discussão sobre a Violência contra a Criança, em Angola. A iniciativa decorre, nesta quarta-feira, no quadro da celebração do 24º aniversário da Convenção dos Direitos da Criança.

O objetivo é contribuir para a redução da violência contra as crianças, através da advocacia, sensibilização e promoção do diálogo entre diferentes organizações em Angola. Entre elas estão as instituições do Estado, as organizações da sociedade civil e os media.

Ações Conjuntas

O fórum discutiu, particularmente, a prevenção e a denúncia da violência contra as crianças, bem como o incentivo de ações conjuntas de combate ao flagelo.

A Representante Adjunta do Unicef em Angola, Maria Amélia de Sá, realçou que o momento é ideal para começar a luta pelo fim da violência contra a criança:

Sintonia

“O Unicef acredita ser este o momento ideal para começarmos esta luta e por isso desde do mês de agosto deste ano que o Unicef está a promover globalmente uma iniciativa que é conhecida pelo nome “pelo fim da violência contra as crianças, torne o invisível visível”. Com a realização deste fórum aqui em Angola, pretendemos ficar em sintonia com os esforços que estão sendo realizados para acabar com a violência contra as crianças».

Para a agência, a violência é frequentemente um problema invisível, por ocorrer nos lares, no seio familiar, e muitas pessoas pretendem que não se apercebem do fenómeno, ou simplesmente não denunciam por medo ou estigma.

Punição

Estudos realizados em vários países em 2006 sugerem que de 80% a 98% de crianças sofrem castigos físicos em casa, sendo que um terço ou mais experimentam alguma forma de punição física grave.

Nesta data, celebra-se também o Dia Mundial da Oração e Ação para as Crianças. Em Angola, líderes de todas as religiões juntaram-se para promover a oração e realizar ações com vista ao fim da violência contra as crianças.

* Com reportagem da Rádio Nacional de Angola.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud