Com o apoio da ONU, Expo Milão 2015 aposta em atrair 20 milhões

18 novembro 2013

Temas do evento incluem alimentação e combate à pobreza; estima-se que 842 milhões de pessoas sofrem de subnutrição crónica apesar de progressos na agenda global.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

As Nações Unidas confirmaram o envolvimento de mais de 22 agências da organização na Expo Milão em 2015. As entidades devem exibir o seu trabalho tendo como foco a alimentação e o combate à pobreza.

Com o tema “Alimentar o Planeta, Energia para a Vida”, espera-se que o evento atraia cerca de 20 milhões de visitantes para a Itália em seis meses. A amostra estará patente de maio a finais de outubro.

Desenvolvimento

A ONU quer que uma competição internacional possa identificar as melhores práticas de desenvolvimento sustentável, esperando-se que as melhores propostas sejam expostas no evento.

Uma parceria foi assinada entre agências da organização e os organizadores do evento para que a Expo 2015 tenha como foco o desafio global de erradicar a fome, a pobreza e uma produção de alimentos “nutritivos suficientes para a população mundial.” Prevê-se que o planeta tenha 9 mil milhões de habitantes em 2050.

A iniciativa envolve a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, o Fundo Internacional para o Desenvolvimento da Agricultura e o Programa Mundial da Alimentação.

Esforços

A expectativa é que a Expo 2015 permita destacar o conhecimento e a experiência da organização para impulsionar os esforços.

De acordo com a ONU, 842 milhões de pessoas sofrem de subnutrição crónica apesar dos progressos para atingir o Objetivo do Milénio que prevê reduzir pela metade a fome e a pobreza nos próximos dois anos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud