África do Sul entra para o Conselho dos Direitos Humanos

12 novembro 2013

O país junta-se a mais três africanos que devem iniciar as suas funções em Genebra a 1 de janeiro de 2014; Sudão do Sul não passou na votação para o órgão de 47 membros.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Ao obter 169 pontos, a África do Sul liderou o número de votos obtidos, esta terça-feira, pelos quatro países africanos que passam a integrar o Conselho de Direitos Humanos da ONU.

Os outros membros eleitos, que devem iniciar as suas funções a 1 de janeiro de 2014, são a Argélia com 164 pontos, o Marrocos com 163 e a Namíbia com 150. O Sudão do Sul não passou na votação.

Mandato

A concluir o seu mandato no órgão, neste ano, estão os africanos Angola, Líbia, Mauritânia e Uganda a par de nações como Qatar, Equador, Espanha, Guatemala, Malásia, Moldávia, Polónia, Suíça, Tailândia.

No apuramento ocorrido na Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, foram eleitos mais 10 Estados-membros que se somam aos outros 33 que fazem parte do Conselho.

Latino-Americanos

Das outras regiões do mundo, foram eleitos os latino-americanos Cuba e México. Da Ásia os integrantes são a China, o Vietname, as Maldivas e a Arábia Saudita.

Já pela Europa do leste estão a Rússia e a antiga República Jugosláva da Macedónia, além da França e do Reino Unido pela Europa Ocidental.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud